quinta-feira, 31 de março de 2011

Cartaz Oficial do IX Festubi

Anunciadas todas as tunas a concurso, divulgamos agora o cartaz oficial do IX Festubi, como foi apresentado no Bufallu's Bar na passada segunda-feira:





De realçar também a participação dos nossos sempre bem-dispostos afilhados da TUSALD, que vêm da cidade de Castelo Branco como tuna extra-concurso e a apresentação da noite de Sábado, a cargo do nosso grande amigo e tuno honorário da Desertuna, Pedro Neves!



Os dados estão lançados! Não percam!




IX Festubi

Festival de Tunas da Universidade da Beira Interior

8, 9 e 10 de Abril de 2011

quarta-feira, 30 de março de 2011

E Finalmente...

A tuna que faltava anunciar, das que vão estar a concurso no IX Festubi, a:

T.U.I.S.T.




A Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico fez a sua estreia oficial no dia 20 de Março de 1993 durante o I TUIST – Festival Internacional de Tunas Universitárias do IST, que decorreu nesse ano, em jeito de arraial, na própria Alameda do Instituto.


Fruto do seu percurso, a T.U.I.S.T. é agora uma Instituição que se orgulha do seu passado e que assenta as suas bases de conduta na sua memória histórica tendo, para o efeito, levado finalmente a cabo a sua constituição enquanto Associação, dotando-se assim de um estatuto adequado com a sua natureza, projectos e ambições.


Desde a sua estreia, a T.U.I.S.T. registou uma grande evolução, para a qual contribuíram sem dúvida a dedicação e o empenho com que preparam cada uma das suas muitas actuações. Não será demais referir as centenas de pessoas amigas que, identificando-se com o que a TUIST materializa, nos têm apoiado e motivado ao longo dos anos. Não é pois de estranhar que, para além do seu capital histórico, a T.U.I.S.T. mantenha os mesmos padrões de comportamento continuando assim a ser reconhecida como uma das mais conceituadas tunas do nosso país.


Entre estudantes, engenheiros, licenciados, mestrados e doutorados, a TUIST conta já com cerca de 100 elementos que, mesmo após terminarem os seus cursos, mantém uma forte relação com o grupo. É pois, desta experiência e saber acumulado, que a TUIST se recria constantemente, mantendo um coerente e sempre saudável respeito pelas suas origens, tradições e pelas entidades que representa, não esquecendo e privilegiando a inovação e a irreverência das novas gerações. Imbuída no espírito de defesa das tradições académicas, a T.U.I.S.T. tem como objectivo contagiar o maior número de pessoas com o seu espírito e a sua música, elevando sempre bem alto o nomes e o prestígio da sua escola e da sua cidade.



Revelando um forte instinto migrante, normalmente característico destes agrupamentos, a T.U.I.S.T. regista já inúmeras presenças em variados eventos de norte a sul do país, bem como algumas digressões pelo estrangeiro, (Espanha, França, Holanda, Peru, Venezuela) enaltecendo sempre o nome do seu Instituto, da sua Academia e da Cidade de Lisboa.


Todos os anos, a T.U.I.S.T. recebe novos elementos na expectativa de alargar as suas fileiras, e inicia uma nova jornada de aprendizagem e experiência cultural e social daqueles que partilhem, tal como nós, o gosto pelo Convívio, pelo Espírito Académico e sobretudo pela Música!






E agora é só esperar que os dias passem rápido até ao IX Festubi e que o ditado "Em Abril, Águas Mil" nos ofereça um fim-de-semana de excepção que confirme a regra. O resto é festa garantida!

Saudações Académicas e Até já!

sábado, 26 de março de 2011

Já em São Miguel

A Desertuna já se encontra na bonita ilha de São Miguel, mais propriamente na cidade de Ponta Delgada e até ao momento tem sido fantástico...
Já se sente o calor da hospitalidade açoreana nas ruas e o frenesim do espectáculo que conta com a nossa actuação hoje, dia 26, cerca das 21h30 (hora de Lisboa).





Podem acompanhar na net AQUI

ou ao vivo no próprio Coliseu Micaelense.

Saudações Académicas e Até Já! :)

quarta-feira, 23 de março de 2011

Contagem Decrescente


8, 9 e 10 de Abril de 2011


IX Festubi
Festival de Tunas da Universidade da Beira Interior






A terceira tuna confirmada no IX Festubi

Vem de Lisboa e já deixou boas memórias na Cidade Neve. Estamos a falar da:




Estudantina Académica do ISEL




A 'mui nobre' Estudantina Académica do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.

Foi formada em Março de 1993, por um grupo de alunos que "vivia" o Instituto de uma maneira diferente.
Inicialmente com 13 elementos, teve a sua primeira actuação oficial no jantar de encerramento da 1ª EXPOCIVIL, com a presença do Sr. Eng.º Edgar Cardoso, constituindo-se como a primeira Tuna do Instituto Politécnico de Lisboa.

Desde então, foi um nunca acabar de actuações e actividades culturais de Norte a Sul deste jardim à beira mar plantado para além de muitas outras na região da grande Lisboa e inclusivamente além fronteiras, em Espanha. A Estudantina Académica do ISEL fez ainda parte da organização do I Engitunas, Festival de Tunas do ISEL em Maio de 2001 e do II Engitunas em Abril de 2002 e organiza anualmente desde Março de 2003, o Estudantino – Festival Internacional de Tunas. Participou também com Roberto Leal, na gravação do seu disco “De Jorge Amado a Pessoa”. Desde Abril de 2005 que a Estudantina Académica do ISEL é também membro honorário da Tuna Universitária de Beja.

Conta actualmente com cerca de 40 elementos no activo, com os mais variados instrumentos, de entre os quais se destacam as violas braguesas, violino, gaita-de-foles, bandolins, bandolas, cavaquinhos, flautas, entre muitos outros.


Durante todos estes anos, a Estudantina Académica do ISEL espalhou a sua alegria e o seu enorme entusiasmo por onde passou, deixando gratas lembranças e muitas saudades a todos aqueles que tiveram a oportunidade de presenciar as suas actuações.

No decorrer da sua história, tivemos a honra e o prazer de termos apadrinhado o nascer de duas magníficas tunas: A No(c)turna - Tuna da Faculdade de Psicologia da Universidade Nova de Lisboa, e mais recentemente a Tuna Feminina da ESE - Escola Superior de Educação de Lisboa , as quais prestamos o nosso apoio e esta singela homenagem.

Com sangue na guelra e a presença renovada por caloiros, dá continuidade ao projecto iniciado há 14 anos, para que não morra o Espírito Académico nesta nossa Lisboa.


E sendo assim, já só falta conhecermos uma tuna a concurso. Muito em breve no Blog da Desertuna... Nao percam!

Saudações Académicas!

domingo, 20 de março de 2011

XVII FITUP-IDH

A Desertuna, a convite da Tuna Académica da Universidade Portucalense, partiu na passada sexta-feira dia 11, para mais um festival de tunas: o XVII FITUP-IDH, desta vez na bela cidade do Porto.

E que belo fim de semana nos esperava !

Na sexta-feira, por volta as 14.30, a T.A.U.B.I saiu da Covilhã com rumo à Invicta. Com alguns acordes e guitarradas, a viagem tornou-se bastante divertida.





Na noite de sexta-feira, a animação foi grande, no pátio da Universidade Portucalense, enquanto as tunas: TAUFP, TAFEP, TAULP e a Tuna de Derecho de Alicante actuavam, dando início ao festival. Como já manda a tradição, a Desertuna animou quem se encontrava pelo pátio, tocando umas boas musiquinhas para entreter os que lá estavam!

No sábado, durante a tarde, houve bastante animação e bifanas no pátio da Universidade Portucalense, enquanto as tunas actuavam para entreter quem por lá se encontrava.

Já quando fazia noite, a Desertuna foi a primeira tuna de sábado a actuar na Aula Magna da Universidade Portucalense, e encantou o público com os temas: Toninho, Covilhã e Odisseia.

Após a actuação da Desertuna, deram-se mais 3 actuações de tunas, nomeadamente a Tuna Universitária do Minho, Estudantina Universitária de Lisboa, e a TAISEP.





No final da noite, deu-se a entrega dos prémios, que foram distribuídos da seguinte maneira:

Melhor solista: Estudantina Universitária de Lisboa
Melhor Instrumental: Tuna Universitária do Minho
Melhor Porta-estandarte: Tuna Universitária do MInho
Melhor Pandeireta: Desertuna
Tuna mais público: Desertuna
Tuna mais Tuna: Desertuna
3ª Melhor Tuna: Estudantina Universitária de Lisboa
2ª Melhor tuna: Tuna Universitária do Minho
Melhor Tuna: Desertuna

E uma vez mais, a Desertuna dignificou o nome da instituição e da cidade que a acolhe e veio revigorada para as próximas etapas que aí vêm.

Desde já, agradecemos à Tuna Académica da Universidade Portucalense pelo convite, e às nossas guias, que tiveram uma paciência enorme para nos aturar !

Saudações Académicas!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Amanhã na Casa do Clube, Penhas da Saúde

Este sábado, ao início da noite, a Desertuna vai subir mais algumas centenas de metros em relação ao que é habitual e vai dar umas voltinhas pela bonita zona das Penhas da Saúde. Às 23:00h actuaremos também na Casa do Clube, por isso já sabem, se estiverem por perto, apareçam!






Saudações Académicas!

quarta-feira, 16 de março de 2011

Comunicado relativo à SA 2011

No âmbito da A.G.A. de ontem, realizada na sede da A.A.U.B.I., mostro abaixo uma cópia do comunicado lido e entregue à Mesa de Assembleia, o qual justifica a não participação das 4 tunas abaixo citadas na SA 2011.

Penso que o comunicado justifica a nossa posição e pede desculpas a quem as devemos.

Por fim, e não querendo alongar-me mais neste assunto, o qual na minha opinião já foi devidamente discutido em local próprio, desejo sucesso ao evento.





Despeço-me com as mais cordiais saudações académicas.

P'la Desertuna - T.A.U.B.I.
André "Luzinhas" Oliveira
Magister da Desertuna - T.A.U.B.I.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Contagem Decrescente

8, 9 e 10 de Abril de 2011


IX Festubi
Festival de Tunas da Universidade da Beira Interior






Continuando...

E a segunda tuna confirmada no IX Festubi é, nada mais nada menos, que:


Real Tunel Académico




O Mui Nobre Real Tunel Académico – Tuna Universitária de Viseu, marca a efeméride da sua fundação a 27 de Novembro de 1991.Nesse dia, os seus fundadores, reuniram-se no “Bóquinhas”, dele fazendo alfobre do grupo.

A actividade regular do grupo, ao longo dos anos seguintes, sempre em torno daquela famosa tasca, levaram bem longe o nome do “Bóquinhas” que se viria a tornar um autêntico santuário académico e tunante. Esta tuna, desde a sua fundação, congrega, alunos provenientes dos diversos estabelecimentos de Ensino Superior de Viseu, cada qual com traje distinto - o que motivou a adopção de um traje próprio, de tuna, em 1997, o qual recupera a indumentária romântica do “Siglo de Oro”, que as tunas espanholas recriaram no tempo do S.E.U. (Sindicato Espanhol Universitário), acrescentando-lhe traços que homenageiam figuras ímpares da história viseense: João e Barros e Grão Vasco.

O percurso desta tuna é singular, dado ter começado primeiro a “correr la tuna” antes de assumir a feição institucional, baseando a sua actividade nas tertúlias musicais no Bóquinhas (quase diariamente) e nas muitas serenatas por que tantas, e lindas, donzelas suspiravam, em detrimento de palcos mais mediáticos. Inicialmente apelidadado, apenas, de Tunel Académico (Tunel que surge da fusão dos termos Tuna e Tonel – este último a lembrar as duas pipas que autrora existiram no Bóquinhas), só mais tarde adopta a sua actual designação.


Durante os seus primeiros anos, os seus elementos militavam nas tunas das suas respectivas instituições de ensino, sendo o Real Tunel como que um ponto de convergência de sensibilidades, arte e engenho movidos pelo desejo de um projecto mais arrojado, mais à medida dos seus ensejos, mais autónomo e liberto da esfera de influência das respectivas associações académicas.

Ao longo da sua história, o Real Tunel Académico de Viseu percorreu todo o território continental e insular, cantando e encantando, com a sua cordial simpatia e boa disposição tão genuinamente beirãs, apresentando-se nos mais diversos contextos. Fosse em concertos de beneficiência, em saraus, galas, romarias, festas populares e, claro está, nas muitas festividades estudantis e académicas, sem esquecer os muitos certames competitivos onde logrou alcançar inúmeros prémios, esta tuna palmilhou muitas canções, algumas das quais perenizou em edição discográfica editada em 1998, sob o título “Trovas Soltas” – ilustrativo da promoção de temas de autor (originais) que sempre marcaram esta tuna, a par, obviamente, com muitos outros que o grupo foi recolhendo e reproduzindo.

No Brasil ou na Polónia, por terras de Espanha ou na mais recôndita aldeia do nosso território, na televisão ou na rádio (ou mesmo na Web), o Tunel cantou, e canta, sua cidade, a sua academia, sempre com renovado orgulho e honra de as representar, contribuindo, ao mesmotempo, para o enriquecimento do património e história tunante da região em que se insere.



Continuem a seguir o blog, pois muito em breve serão reveladas as duas tunas que faltam conhecer...

Saudações Académicas!

domingo, 13 de março de 2011

Animação no Lar de São Salvador

No passado dia 8 de Março a Desertuna deslocou-se ao Lar de São Salvador, freguesia do Casteleiro, com o fim de animar as pessoas lá presentes e incentivar, de certa forma, o espírito Carnavalesco. Ao chegar ao respectivo destino, a Tuna afinou as vozes e instrumentos e com alegria, animação e grande espírito deu início à respectiva actuação onde tiveram lugar os temas: “Hino à Desertuna”,” Rapariga”,” Toninho”, “Covilhã”, “Águas do Dão”, “Medley Popular”, “Serenata Antiga” (num momento especial dedicado às mulheres e ao Dia da Mulher), “Caloirinha dos meus Sonhos”, “Alface Fresquinha” e mais umas modinhas a pedido do público presente que deram continuação à festa.

Clique aqui para ver as fotos e reportagem do jornal "Cinco Quinas".

A Desertuna agradece o convite feito, estando sempre pronta a proporcionar momentos de animação e festa. Até um dia destes!

segunda-feira, 7 de março de 2011

Carnaval dos Leões

Foi na passada sexta-feira (4 de Março) que a Desertuna se deslocou desta vez até aos Leões da Floresta para aquecer e animar a segunda grande noite de festa do Carnaval dos Leões.

Numa noite de baixas temperaturas, a Desertuna procurou aquecer o termómetro do recinto com músicas do seu reportório bastante conhecidas pela audiência presente como Hino à Desertuna, Rapariga, Covilhã, Tributo aos Xutos, Boémio Trovador, Toninho, Celtibera, Águas do Dão, Now Mix 2010, Caloirinha dos meus sonhos e acabando com a alegre Alface Fresquinha.

No final, a diversão e a música continuaram porque a vida são dois dias e o Carnaval dos Leões são seis!



Saudações Académicas!

sábado, 5 de março de 2011

Contagem Decrescente

8, 9 e 10 de Abril de 2011


IX Festubi

Festival de Tunas da Universidade da Beira Interior




Para Começar...

Com o aproximar a passos largos do IX Festubi, o blog da Desertuna irá revelar quais as tunas confirmadas no espectáculo, com uma breve descrição das mesmas, abrindo o apetite para o que aí vem...

Senhoras e Senhores, é com orgulho que vos começamos por apresentar a:



TEUP







"Nasce a 7 de Novembro de 1988. O Rio Douro, os barcos rabelos, os monumentos, as ruas, o ressurgir das Tradições Académicas, fazem com que a Urbe reconheça o seu peso histórico, Berço ideal para que, inspirados pelo romantismo e beleza da Cidade Invicta, se concretize um velho sonho:
a Tuna de Engenharia da Universidade do Porto.


Sendo a segunda Tuna mais antiga da Cidade do Porto e a primeira exclusiva de uma Faculdade é pois, precursora do fantástico movimento musical que entretanto se gerou. A formação de Tunas na maioria das Universidades, Faculdades e Institutos da Academia do Porto e do resto do País, assim como os sucessivos Festivais e Encontros de Tunas são disso prova.



Tem por apanágio o convívio são, boémio e com cantigas que deleitam. Ponto de encontro de amizades, com chatices à mistura, revela um espírito peculiar pela motivação e empenho que deve reger o seu comportamento.


Pela Praxe: disciplina e educa.
Pela Música: instrui e diverte.
Pelo Espírito: é perseverante e lutadora.


Complementar de uma vida estudantil exigente, é o escape e a distracção, sendo uma forma saudável de estar na Universidade.

Os magros patrocínios que lá vão chegando evitam, por vezes, que cada um despenda do seu próprio bolso. Sem fins lucrativos, apenas a troco de transporte, dormida e uma boa jantarada, fazem as malas e seguem para mais um espectáculo. Ao todo já somam mais de uma centena por essas cidades do país e do estrangeiro. Com actuações na Alemanha, Holanda, Bélgica, França, Espanha, Inglaterra e Brasil, assim como nos Arquipélagos dos Açores e da Madeira.



As suas canções ficaram marcadas no tempo, no disco que a Tuna editou na Queima de 93, e no CD “Para lá dos Palcos” editado em Março de 2007, contendo clássicos da TEUP como “Só um beijo” ou “Ojos de España”, até instrumentais como as “Czardas” de Monti ou “Peer Gynt” de Grieg.
O carinho que toda a Academia lhe dedica, é a razão de ser dos sucessivos convites para as diferentes actividades académicas, e outras, que lhe têm sido dirigidos.


A Tuna de Engenharia da Universidade do Porto será sempre uma presença certa no meio universitário, nas ruas do Porto, em serenatas às donzelas e no coração de quem por ela passou e irá passar."


Brevemente serão apresentadas aqui no blog as outras tunas convidadas e, a seu tempo, o cartaz oficial!

Sigam as novidades também no facebook e comentem...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Jornadas de Biomédicas

No dia 2 de Março, a Desertuna decidiu tirar o pó aos instrumentos e afinar as vozes para se deslocar ao seu querido afilhado “Buffalu’s Bar” onde, a convite das Jornadas de Biomédicas, fez mais uma actuação nocturna para aquecer o espírito dos jovens estudantes que assistiam.

Durante a actuação o público pôde contar com temas tradicionais da Desertuna e da noite estudantil Covilhanense como “Toninho”, “Covilhã”, “Caloirinha dos Meus Sonhos” entre outros.

No final, a romaria e a festa continuaram, terminando a música e a diversão já pelas tardias horas da noite.

A Desertuna gostaria de agradecer ao curso de Ciências Biomédicas pelo convite.



Saudações Académicas!

Carnaval dos Leões

Tem início hoje, dia 3 de Março, o Carnaval dos Leões, que promete grandes noites de festa para aquecer o termómetro da cidade neve. Esta noite terá lugar a actuação dos nossos afilhados Tuna-MUs e amanhã será a noite do Carnaval Trapalhão com a actuação da Desertuna seguida do artista Cláudio Caires.

Confira aqui o programa e venha aos Leões da Floresta para aproveitar um grande Carnaval!





PROGRAMA:

Quinta-feira – dia 3 – CARNAVAL DO ESTUDANTE
21:30 – Abertura do Recinto
23:00 – Actuação da TunaMus – Tuna Médica da UBI
00:30 – Demonstração Sambista e Animação com DJ Justice
Prémio - Melhor Máscara.

Sexta-feira – dia 4 – CARNAVAL TRAPALHÃO
21:30 – Abertura do Recinto
23:00 – Actuação da Desertuna – Tuna Académica da UBI
00:00 – Claúdio Caires (Finalista – "Nasci P'ra Cantar"- TVI)
01:00 – Noite de Karaoke

Sábado – dia 5 – CARNAVAL POPULAR
21:30 – Abertura do Recinto
22:30 – Grupo de Danças Latinas
00:00 – Animação com Nuno Lopes
Eleição da Miss Carnaval Leões 2011
Prémio para a melhor máscara

Domingo – dia 6 – CARNAVAL INFANTIL
14:30 – Palhaços - Fraldinhas e Fraldocas, Pinta Caras e Muita Diversão.
16:00 – Concurso de Máscaras Infantil
17:00 – Momento Musical - EPABI

Segunda – feira - dia 7 – GRANDE BAILE DE MÁSCARAS
21:30 – Abertura do Recinto
22:00 – Grandioso Baile de Máscaras com Rui Alves
Prémios para as melhores máscaras/grupos

Terça – feira – dia 8 – JANTAR E GALA DA MULHER
20:00 – Jantar, Gala e Homenagens (mediante inscrição prévia)
22:30 – Animação com André Silva e muitas Surpresas!


Saudações Académicas!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Hoje à noite, no afilhado Buffalu's Bar...

Irão decorrer as Jornadas Nocturnas de Biomédicas no âmbito das II Jornadas Nacionais de Ciências Biomédicas que este ano foram entregues à Faculdade de Ciências da Saúde da UBI. Espera-se a presença de muita gente interessada particularmente nos ramos da Física, Química, Engenharia, Saúde e já agora... Música e Animação, já que a Desertuna vai estar presente!




Podem visitar a página do evento no facebook aqui

A noite promete... Apareçam :)

Saudações Académicas!