quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

VIII Barca-Celi - Festival de Tunas Cidade de Barcelos

Dia 8 de Novembro a Desertuna juntava-se por volta das 14:30h para partir rumo a Barcelos, para o VIII Barca-Celi organizado pela TAIPCA (Tuna Académica do Instituto Politécnico do Cávado e Ave). A viagem para Barcelos foi longa mas, como de costume, alegria e música não faltaram!

Recebidos pelos elementos da tuna da casa nas instalações do IPCA, os Desertunos descarregaram as bagagens e seguiram para o jantar (que o dia já ia longo e a lua dava o ar de sua graça). No fim deste e ainda na cantina, os instrumentos voltaram a sair das caixas e as vozes afinaram-se novamente para alegrar toda a cantina do Instituto.

Depois de todos os elementos recuperados da viagem, a Desertuna seguiu para o Largo da Porta Nova, um sítio lindíssimo onde tiveram lugar as serenatas pelas tunas a concurso. A actuação das Tunas foi em frente à igreja do Bom Jesus da Cruz, que estava iluminada a rigor.


A primeira noite na cidade de Barcelos culminou num convívio das Tunas no café “Garden”. A noite não acabou por ali até porque, já se fazia dia quando todos, bem regados pelo nosso fiel companheiro bagaço com mel; rumaram até ao “Xispes”, onde alguns provaram o tão famoso panado de Barcelos. 


















No sábado, devido ao mau tempo que se fazia sentir em Barcelos, principalmente a chuva, não se pode realizar o passa-calles. A Desertuna juntou-se então no café “Histórico” para mais animção e ao mesmo tempo rever uns pormenores para a atuação no espetáculo de logo!

No final da tarde foi tempo de regressar ao IPCA para jantar e receber os restantes membros da Desertuna que tinham chegado da Covilhã. Depois de mais umas modinhas e uma bela serenata às cozinheiras, chegou a altura de partir para o auditório São Bento Menni, para a actuação.

As Tunas a concurso foram:
DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior
IMPERIAL NEPTUNA ACADÉMICA -Tuna da Cidade da Figueira da Foz
TAULP - Tuna Académica da Universidade Lusíada do Porto
TAUP - Tuna Académica da Universidade Portucalense
TRANSMONTUNA - Tuna Universitária Trás-os-Montes e Alto Douro
           
As actuações no auditório começaram com a TFIPCA - Tuna Feminina do IPCA que actuou como Tuna convidada.

            Seguiram-se as outras Tunas. A Desertuna foi a quarta Tuna a concurso a actuar, e foi uma actuação em cheio. A boa disposição e a confiança faziam-se  sentir entre a Tuna, que foi premiada com uma ovação em pé de toda a plateia no final da actuação.





Os prémios foram distribuidos da seguinte maneira:
Melhor Serenata - TAULP - Tuna Académica da Universidade Lusíada do Porto
Melhor Solista - TRANSMONTUNA - Tuna Universitária Trás-os-Montes e Alto Douro
Melhor Estandarte - DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior
Melhor Pandeireta - DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior
Melhor Instrumental - DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior
Tuna mais Tuna - TRANSMONTUNA - Tuna Universitária Trás-os-Montes e Alto Douro
3ª Melhor Tuna - IMPERIAL NEPTUNA ACADÉMICA -Tuna da Cidade Figueira da Foz
2ª Melhor Tuna - TRANSMONTUNA - Tuna Universitária Trás-os-Montes e Alto Douro
Melhor Tuna - DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior





























No final da actuação seguiu-se o convívio com as outras Tunas e, uma vez que era a última noite, voltou a estender-se pela madrugada dentro, tanto a animação e a folia como o bagaço com mel que restava!

Na manhã de Domingo, como habitual, a vontade de levantar era pouca ou nenhuma, mas estava na hora de regressar para a Covilhã. O autocarro foi-nos buscar ao albergue “Casa da Recoleta”, onde estivemos (muito bem) alojados as duas noites. Depois de carregar tudo para o autocarro, iniciámos a nossa viagem que, apesar do sono e do cansaço, foi novamente recheada de animação e de criatividade na interpretação de algumas músicas da nossa Tuna.

Saudações tunantes!

Sem comentários:

Enviar um comentário