sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

VIII Encontro de Tunas Académicas do Souto da Casa

Foi no passado Sábado, dia 14 de Dezembro, que a nossa mui nobre tuna se deslocou até à sempre acolhedora e festivaleira aldeia do Souto da Casa, concelho do Fundão. Esta é já uma data garantida no calendário anual da Desertuna, pelo valor que este convívio tem para nós e pelas amizades que por lá fazemos a cada ano que passa.

Este ano, além da habitual presença da Desertuna, o Encontro de Tunas Académicas contou com a presença da EncantaTuna – Tuna Académica Feminina da Universidade da Beira Interior, dos nosso afilhados da TUSALD - Real Tuna Académica da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias e da Instituna - Tuna Mista do Instituto Politécnico de Leiria.

Os preparativos começaram logo na noite anterior, quando a Desertuna se juntou para um ensaio aberto no Café Skyline, com o intuito de rever os últimos pormenores e praticar as hostilidades etílicas com alguma antecedência, não fosse o diabo tecê-las...

A festa propriamente dita começou com um pasacalles pelas ruas e cafés do Souto da Casa, pelas 15h. A tarde incluiu ainda a habitual visita ao Centro de Dia do Souto da Casa, momento sempre muito gratificante para a Desertuna. A tuna foi acolhida por toda a gente presente, em cada tasquinha por onde entrava, e retribuiu com muita animação e muita música. Após vários quilómetros, muitas guitarradas e já a ver os paralelos de lado, chegou a hora de jantar. Durante o delicioso repasto houve também tempo para o convívio e para a brincadeira entre os elementos das tunas presentes.

Regressando à “base”, na Casa do Povo, "ainda a noite era uma criança" a actuação da Desertuna fechou as apresentações das tunas convidadas, como é hábito. As palmas soaram ao primeiro acorde e a Desertuna foi correndo o seu reportório habitual, sem se preocupar muito com as horas, e mais algumas músicas com espírito mais festivaleiro, que animaram o público espectacular do Souto da Casa.


Este foi um ano de surpresas durante a actuação... Logo a abrir, a tuna apresentou um arranjo de uma música sobejamente conhecida - “Blow My Whistle” -, adaptando a letra para este encontro, o que lhe valeu a distinção de Melhor Música dedicada ao Souto da Casa, que é habitualmente entregue pela organização. Por outro lado, durante a actuação, brilharam duas figuras incontornáveis da terra e grandes amigos da Desertuna. O "embaixador" do Souto da Casa, Filipe Quelhas, deu o seu cunho à festa, ao cantar para toda a gente, acompanhado à gaita-de-foles pelo Tiago, o grande êxito "Namorei uma Sopeira", que é já um hino da visita anual da Desertuna!


A alegria continuou pela noite dentro, mais perto do bar, com muito convívio e algumas surpresas, sendo uma delas a passagem a tuno do nosso irmão Luís “Fagundes” Espínola. Muitos parabéns!

Mais uma vez, aqui fica o agradecimento à Secção Académica da Casa do Povo do Souto da Casa, pelo convite e pela organização deste grande evento. Um grande obrigado, também, às nossas guias e a toda a gente que tão bem nos conhece naquela terra e tão nos recebe, sem nunca falhar com nada. Até p'ró ano, Souto da Casa!

Todos os vídeos e mais fotos em: https://www.facebook.com/events/193048627549149/?fref=ts

Saudações Tunantes!

Sem comentários:

Enviar um comentário